Vamos falar sobre Death Parade!


Olá, gente linda! Como estão? Espero que bem. Fiquei um pouco deprimida por alguns dias nessa semana (mas agora estou bem) e, devido a isso, não fiz muitas coisas que poderia ter feito. No entanto, ao menos consegui terminar a 4ª temporada de House of Cards ontem - sexta-feira - que, a propósito, foi ótima.

Bom, hoje vim falar sobre Death Parade. O anime é de 2015, possui 12 episódios e é classificado nos gêneros mistério, psicológico, drama e suspense. Ou seja, tudo o que eu gosto. 


Quando as pessoas morrem, elas são mandadas para o "céu" ou o "inferno". No entanto, antes disso, elas são mandadas ao Quindecim. O Quindecim é uma espécie de bar, onde as almas daqueles que já se foram são enviadas para receberem seus merecidos julgamentos e, então, serem enviadas para seu destino final. Quando os indivíduos chegam a esse "tribunal de almas", eles chegam sem memória, pois estas são concedidas aos juízes. Os juízes, por sua vez, são aqueles que irão decidir qual destino tal alma terá.

Como os personagens estão sem memórias, eles não se recordam que já morreram. Logo, todos que chegam ao Quindecim pensam que ainda estão vivos, e isso é um detalhe importante para o que vem a seguir. A forma que os juízes utilizam para julgar as almas daqueles que estão ali é através de jogos, jogos estes que são comuns, porém com um toque de sobrenatural para levar os jogadores ao limite de seu estado mental. Isso porque, para os juízes, memórias não são o suficiente para julgar uma pessoa. É preciso causar uma situação extrema para expor o lado mais obscuro da alma daquele ser. Lógico que nem todos aceitam de cara o desafio de jogar esses jogos, uma vez que o juiz - que se apresenta como apenas um bartender - já os informa que terão que arriscar sua própria vida (lembrem-se que as pessoas acham que estão vivas). Além disso, os "jogadores" são informados que até que o jogo termine, eles não podem sair daquele lugar. Alguns tentam fugir do bar, mas não encontram saídas. E algumas provocações intimidadoras feitas pelo próprio juiz (bartender) não deixam outra alternativa a não ser jogar.


Os jogadores sempre são um par de duas pessoas e, geralmente, são pessoas que morreram no mesmo instante.  O que deixa os jogos ainda mais tensos é que a memória dos jogadores vai voltando conforme o jogo prossegue. E nem os juízes sabem quais memórias podem retornar durante a partida.

Quando o jogo termina, os jogadores já recobraram toda a sua memória e percebem que morreram. A partir disso o juiz explica toda a situação e um julgamento é feito. Para os jogadores, é dito que os destinos são: Céu e Inferno. Porém, o que realmente acontece é que os verdadeiros destinos das almas são: Reencarnação, para aqueles que se mostraram de boa índole; e o Vácuo - um lugar onde a pessoa ficará eternamente em um mar de escuridão - para aquele que se mostraram de má índole.

Alguns personagens:

Decim:

É um dos juízes e um dos principais;
Tem um jeitão de "cara de poucas palavras";
Não sabe expressar emoção;


 "Onna":

Assistente do Decim;
Mistériosa;
Shippei ferozmente com Decim;
Nona:

É uma fashionista juíza;
Tem uma certa autoridade. Quando ela fala, os machos abaixam a cabeça;

Ginti:

É mais um dos juízes;
Não dá muita importância para as almas dos humanos;
Parece viver no tédio;
Adora os joguinhos que colocam os jogadores em seu limite mental;

O anime nos apresenta personagens - a serem julgados - de diferentes personalidades. E o mais interessante, é que não veremos apenas casos de personagens de má índole. Teremos casos que mexerá com seu emocional por serem tristes, casos que te deixará intrigado por serem perturbadores e casos que até lhe renderá boas rizadas. 

Os primeiros episódios são um tanto que lentos no que se refere ao desenvolvimento da história dos personagens principais, mas sigam em frente, porque tudo irá começar a caminhar muito bem. Não se engane ao pensar que a história será apenas de um bando de gente sendo julgadas em um bar. Ao decorrer dos episódios alguns mistérios começam a surgir, assuntos referentes a esse "tribunal das almas" é melhor explicado, inclusive sobre o que são, de fato, os tais juízes. E quando novos personagens são introduzidos na história, a trama fica ainda melhor. O passado de certos personagens vai se conectando, algumas revelações ocorrem e o desenvolvimento do enredo vai fluindo bem. O roteiro foi bem trabalhado, com diálogos intensos (em certos momentos) e que nos permite até algumas reflexões.

Sobre a animação, não tenho nada do que reclamar. Eu achei o anime bem produzido, a arte é linda e devo dizer que o character design foi uma das coisas que eu mais gostei. A trilha sonora é incrível. Um som mais tenso para os momentos mais intrigantes, e nas cenas emocionantes a mais delicada melodia do piano. Devo dar os parabéns ao Yuki Hayashi que ficou responsável por ela.

Moonlit Night 


Memento Mori


Semarikuru Ketsumatsu


O final teve uma das cenas mais lindas de todo o anime. Não foi um final impactante, porém foi muito bonito e satisfatório. Achei ótimo!

Outro ponto que tenho que comentar é sobre a opening. Apesar do anime nos propor todo aquele clima tenso, dramático e misterioso, a abertura se destaca pelo simples fato de ser BEM animada. Sim, isso mesmo. E falo isso não só pela música, mas também pelas cenas que podemos ver. Por todo aquele clima do anime, eu esperava uma abertura, digamos... Melancólica, por assim dizer. Mas quando eu a assisti pela primeira vez, me surpreendi e A-D-O-R-E-I. Ver todos aqueles personagens, principalmente o Decim, dançando na abertura foi demais. 

Opening: Flyers

A ending também não deixa nada a desejar e está mais no clima que é proposto em Death Parade. 

Ending: Last Theater


O anime foi bom no início e melhor ainda durante seu desenvolvimento. No início - mesmo tendo gostado bastante - não estava colocando grandes expectativas em Death Parade, mas depois a trama foi ficando cada vez mais intensa e me surpreendi. Gostei bastante e vale muita a pena assistir. 

Nota: 9/10

♦ ♦ ♦

Agora dando aquela surtada básica... Como mencionei anteriormente, o character design foi uma coisa que gostei BASTANTE. Não é um "Psycho-Pass", mas tinha uns boy que ia aparecendo que minha Serenity do Silver Millenium... Eu e meus crushes 2D. Decim mesmo... Aquele jeito dele de "boy que não sabe se expressar" me atraiu bastante. T_T

Adorei a Nona. Foi a personagem que eu mais gostei visualmente e bateu aquela vontade de fazer um cosplay dela só por causa daquela roupa (link). ~sonho em um dia fazer algum cosplay, falta só o money~ Eu até arrisquei em fazer um desenho dela (e olha que não sou lá essas coisas pra desenhar), mas até me surpreendi pelo rascunho ter ficado bom. Agora é aprender a desenhar olhos, boca e nariz, kkkkkkk.

Shippei MUUUITO Decim e "Onna", fiquei desejando que rolasse uma pegaçãozinha entre essas criaturas. Sim, meu coração shippeiro não pode bater olho em personagem que já shippa. Às vezes sofro? Sofro. 

Deixo abaixo um trailer do anime, editado pelo DOSKA (o carinha que postou o vídeo), para instigar a vontade de vocês de assistirem Death Parade.


Até a próxima! 
キス

6 comentários:

  1. AI SENHOR SEGURA ESSE SURTO QUE VAI SER VIOLENTO PAKAS!

    PQP, POR ONDE EU COMEÇO!?...... Gente, vamo falar de todo esse climão treva góticas sombrias! A forma como eles conseguiam colocar os personagens ao extremo, a maneira como cada história era única: Umas eram extremamente tristes, outras dava uma puta raiva do caralho, como aquela do irmão que teve a sua irmã abusada/espancada e o detetive apenas ficou olhando isso acontecer para ter alguma prova dos crimes do bandido. Ou então a primeira história do casal que começou de love unidos, mas a medida que o jogo ia ocorrendo eles iam se lembrando das coisas e as tretas envolvendo traição apareciam.... Manu, EU FIQUEI MUITO TENSA QUANDO O MARIDO JOGOU O DARDO QUE ATINGIU A REGIÃO DO ÚTERO DA MULHER! PQP! Aquela cena foi a pior para mim! Eu pensei "PQP DEU MUITA MERDA, VAI DAR MUITA MERDA!" Mas, teve uma história muito fofuxa <3 Aquela dos dois adolescentes que jogaram boliche e depois até tiveram um encontro <333 MEU DEUS, EU PIREI O CABEÇÃO COM AQUILO <333333

    E MINHAS SHIPPAÇÕES COM O MACHO DE CABELO BRANCO E A ONNA!? MEU DEUS, SEGUREM OS MEUS FORNINHOS QUANDO O MACHO CHOROU DESESPERADAMENTE PELA SITUAÇÃO DA ONNA! MEU DEUS, SÓ UMA PEGAÇÃO, TUDO O QUE EU QUERIA ERA UMA PEGAÇÃO, UMA COMEÇÃO ENTRE ELES!..... PORQUEEEEEEEEE FAZEM ISSO COMIGO!? Ç-Ç E meu deus, aquele final foi para cortar os pulsos! Tipo, até antes do final eu tava conseguindo segurar a barra, tava de boas, AÍ VEIO O FINAL, AÍ VEIO AS REVELAÇÕES SOBRE O PASSADO DA ONNA..... AÍ EU ME FERREI LINDO!

    Mas, eu também adorei aquela garota histérica e o Ginti... Ahhhh, eu tava shippando eles também <3 Queria também ver um Ginti todo fofuxo querendo dar uns pega na guria. Mas, ele sempre parecia meio "foda-se" para tudo Ç-Ç

    MELHOR ABERTURA IMPOSSÍVEL! VELHO, MÚSICA INCRÍVEL, TEM DANCINHA SENSUAL COM O SHIPP SEDUÇÃO E POSI SEXY <3 Na boa, esse anime foi muito bom!

    Kiss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. SIIIM, eu adorei a forma como eles conseguiram levar os personagens ao extremo, e também a forma como eles abordaram a história de cada personagem. Tipo, teve a história do irmão que teve a irmã abusada e o detetive ficou só olhando que, CARA, DEU MUITA RAIVA DAQUELE DETETIVE. Mas também teve aquela história lindinha dos dois jovens que no final de tudo teve até encontrinho. ~MUITO AMORZINHO POR ELES~

      SHIPPEI FEROZMENTE DECIM E ONNA. Aquela cena deles dois no último episódio foi para abalar minhas emoções. T_T Eu já tinha achado a cena da Onna dançando, enquanto lembrava do passado, a mais linda do anime. Aí vem o final para roubar o lugar e abalar todo o meu ser.
      Também dei uma shippada marota no Ginti com aquela garota. Mas sempre o Ginti estava meio "foda-se" pra tudo, haushaushasu.

      VICIEI NA ABERTURA. Tem uns animes que você pode até achar a abertura legal, mas sempre acaba pulando depois que já conhece. Com Death Parade isso não aconteceu. VI. REVI. VI DE NOVO. VÁRIAS VEZES. Aquela dancinha sensual dos personagens foi tudo de bom. *u*

      Beijos!

      Excluir
  2. Adoro Death Parade, me encantou logo no primeiro episódio. A variedade de estórias contadas é simplesmente maravilhosa e me emocionei bastante, mesmo sem ter qualquer vínculo com as personagens.

    Impossível não shippar a Onna e o Decim, né? HAHAHA

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Death Parade me agradou do início ao fim. Conforme a trama ia avançando, foi ficando cada vez melhor.

      SIIIM, é impossível não shippar esse dois. ♥

      Beijos!

      Excluir
  3. Oee, Lady Smoak! o/

    House of Cards, taí uma série que está na minha lista da Netflix e até agora nada (quem dera a gente tivesse mais tempo pra assistir essas coisas ;_;).

    Bom, eu ainda não assisti Death Parade mas já li uma resenha bem positiva sobre o anime no Dama de Ferro, e por isso ele já está até na minha listinha.

    A história e o tema me interessam bastante, adoro histórias com tema espiritual e que contenham mistério e talz. Mas pelo mesmo motivo a gente já vê que tem altos dramas e tretas, né, porque se pensarmos nessa punição de viver numa escuridão eterna, isso é bem triste.

    E ufa, é bom saber que o final é bom! <3

    HAUHAUHA adorei a opening!

    Olha, pra ser sincera eu não curto tanto o character design de Psycho-Pass. Maaaas antes que me mate, vou explicar: eu gosto da forma como representaram o Kougami, por exemplo, e os cenários também são bonitos; mas não gosto muito da caracterização da Akane - os olhos dela me incomodam MUITO hauhauhauaha, infelizmente é um fato, quando eu vi o primeiro episódio eu fiquei "WTF são os olhos dessa menina, coitada!" e no fim eu até me acostumei, mas não consigo gostar de jeito nenhum. Bom, as personagens femininas em geral não curti muito o design em Psycho, bem como os mais idosos. Sei lá, acho que no fim só curti o do Kougami mesmo D: Maaas o anime em questão aqui é Death Parade, e pelas imagens do post ele também não parece tão bom pro meu gosto; mas também não ligo muito pro design não. O importante é a história.

    Mas anyway, vou assistir sim! <3

    Bye o/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Helo! \o/

      O dia teria que ter pelo menos 36 horas para a gente poder assistir todas as séries da nossa lista, hahaha. Quando tiver um tempinho, assista House of Cards, é muita treta política rolando. Creio que irá gostar. *u*

      Death Parade é muito bom. Você acaba se envolvendo com a história dos personagens. ♥
      Sobre o character design, eu, particularmente, gostei bastante. Mas confesso que não foram todos não, haushuas. Eu estava gostando mais era do design dos personagens que iam aparecendo para jogar os jogos, haha. Agora o da Nona... Eu amei. ♥ Falando em Psycho-Pass, concordo contigo que o character design das personagens femininas deixou um pouco a desejar. O que eu gostei de verdade foi o design dos boy magia. Kougami, Ginoza, Makishima... AAHHHH T_T

      Beijos!

      Excluir